Current track

Title

Artist

Background

Cancro do colo do útero pode ser eliminado. Mas para isso é preciso estar vacinado

Written by on 05/02/2019

A vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV) é “segura e indispensável para eliminar o cancro do colo do útero”, anunciaram as autoridades de saúde esta segunda-feira, no Dia Mundial de Luta Contra o Cancro.

Cancer diagnosis. Stamp, stethoscope, syringe, blood test and pills on the clipboard with medical report. 3d illustration

“Os rumores infundados sobre as vacinas contra o HPV continuam a adiar ou a impedir de modo desnecessário o aumento da imunização, que é urgentemente necessário para a prevenção do cancro cervical”, disse Elisabete Weiderpass, diretora do Centro Internacional de Investigação sobre o Cancro (CIIC) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com os dados do CIIC, em 2018 foram diagnosticados quase 570.000 novos casos de cancro do colo do útero em todo o mundo.

Mais de 300.000 mulheres morrem anualmente vítimas da doença, principalmente em países de baixo e médio rendimento.

“Este é o quarto tipo de cancro mais comum entre as mulheres”, recordou o CIIC. A organização calcula que se a prevenção não aumentar, a doença pode provocar 460.000 mortes por ano até 2040.

A médica especialista da Organização Pan-Americana da Saúde (OPS) Lúcia Helena de Oliveira diz que, se for alcançada uma taxa de 80% da vacinação contra o vírus do papiloma humano (HPV), o cancro do colo do útero será eliminado em 10 ou 15 anos. Por isso, Lúcia Helena de Oliveira afirma que para eliminar este tipo de cancro nos próximos anos é necessário chegar a 80% da vacinação das meninas e adolescentes.

A especialista elogia a vacina contra o HPV ao considerá-la “eficaz e segura” e afirmou que deveria ser aplicada em meninas entre os 9 e os 14 anos, idade na qual, emmédia, se inicia a atividade sexual.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *