Current track

Title

Artist

Background

Conjunto “Os Tubarões” comemora 50 anos da sua criação com um tour

Written by on 20/02/2019

A mítica banda cabo-verdiana “Os Tubarões” completa hoje 50 anos de carreira e vai assinar esta boda de ouro da forma que mais gosta, ou seja, nos diversos palcos do mundo, avançou hoje à Inforpress o manager do grupo.

Em declarações à Inforpress, Augusto Veiga informou que ainda estão a trabalhar na agenda de comemoração dos 50 anos, mas, por agora, avançou que estão a perspectivar muitos espectáculos que passam por vários países de vários continentes.

“De Abril a Dezembro vão estar em diversas ilhas de Cabo Verde, em vários países africanos, na Europa e nos Estados Unidos da América”, avançou.

Criada em 1969, a banda só começou a ganhar notoriedade após a entrada do vocalista Ildo Lobo, isto no período após a independência de Cabo Verde, a 5 de Julho de 1975, em que gravam os dois primeiros álbuns “Pepe Lopi” e “Tchon Di Morgado”.

Com várias discografias no mercado, a banda teve uma paragem em 1994 e 20 anos depois voltaram a reunir-se para pisar os palcos, começando pelo festival da Gamboa, na cidade da Praia.

Depois deste regresso, o grupo, mesmo com um longo período fora dos palcos, esgotou o Cinema São Jorge, em Lisboa (Portugal) em 2015, no âmbito do festival Rotas & Rituais, que teve lugar no dia 29 de Maio.

No dia 06 de Abril de 2018, o grupo que revolucionou a música de Cabo Verde, voltou a pisar os palcos de Lisboa.

Dessa vez foi no Teatro Tivoli BBVA, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, que recordaram e celebraram a memória do malogrado vocalista do grupo Ildo Lobo (1953-2004), com a sua discografia.

Conhecidos por cantarem morna, coladeira e funaná, “Os Tubarões” foram um dos grupos mais representativos da música de Cabo Verde no período de transição rumo à independência e democracia.

Pelo contributo que deram ao longo dos primeiros 20 anos da independência nacional no sector da música, “Os Tubarões” foram condecorados pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, no âmbito do 40º aniversário da independência nacional em 2015.

A banda é formada por Totó Silva (guitarra), Totinho (saxofone), Mário “Russo” (baixo), Jorge Lima (percussão), Jorge Pimpas (bateria), Zeca Couto (Piano) e Albertino Évora, que substituiu Ildo Lobo, que morreu em Outubro de 2004.

Da discografia do grupo fazem parte “Pepe Lopi e Tchon di Morgado” (1976), “Djonsinho Cabral” (1979), “Tabanca” (1980), “Tema para dois” (1982), “Os Tubarões” (1990), “Os Tubarões ao vivo” (1993) e “Porton d’nos Ilha” (1994).


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *