Os efeitos do racismo em crianças

Written by on 21/02/2019

O “Teste da boneca” é um experimento psicológico realizado nos anos 40 nos EUA para testar o grau de marginalização sentido por crianças afro-americanas e causado por preconceito, discriminação e segregação racial. Hoje recriamos o teste com crianças italianas dado o aumento considerável, nos últimos anos, do fenómeno das migrações na Europa. Na costa do Mediterrâneo, na verdade, milhares de migrantes tem desembarcado em busca de um futuro diferente, alguns para melhorar suas condições econômicas, outros são refugiados políticos, fugindo de zonas de guerra, discriminação e às vezes perseguição étnica, religiosa o política. 2015 foi vivido na Europa como o ano da “invasão” que ameaça acabar com equilíbrios sociais, econômicos e culturais. A cada vez mais estreita vigilância das fronteiras pode determinar, no entanto, também um risco, o de aniquilar definitivamente qualquer possibilidade de diálogo ou de integração. Em todos os países europeus vivem hoje muitos migrantes da segunda, terceira e quarta geração, que são verdadeiros cidadãos dessas nações, como estas crianças Italianas. No entanto, para muitos, eles são “diferentes”, “estrangeiros”, uma definição perigosa que, pode ser indevidamente aproximada ao fenômeno terrorista. Sem uma séria mudança na perspectiva, tanto política quanto social, nos arriscamos a distorcer perigosamente a percepção que temos do outro, e o outro tem de si mesmo.

Deixe-nos o seu comentario acerca desse assunto. De quem é a culpa?


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *



Current track

Title

Artist

Background
Especial Mulher Caboverdiana

GANHA PRÉMIOS

SÁBI MODI KI BU TA PARTICIPA!
CLICK AQUI
* Regulamento