Current track

Title

Artist

Background

Vegetariana morreu por “escassez de nutrientes”, defende cardiologista

Written by on 02/03/2019

Médico quer que causa da morte da mãe sirva de exemplo para que todos adotem uma alimentação equilibrada.

Um cardiologista do Serviço Nacional de Saúde defende que a sua mãe, que era vegetariana, morreu devido “à escassez de nutrientes e proteína”. O médico alega mesmo que esta teve uma “morte prematura e dolorosa” na sequência das suas escolhas alimentares.

Infelizmente, a sua fé religiosa, que a fez evitar o consumo de produtos de origem animal, juntamente com uma dieta rica em amido e açúcar, foram, em última análise, os responsáveis pela deterioração do seu estado de saúde“, afirma Aseem Malhotra, citado pelo Metro.

O homem espera que a morte da mãe não seja em vão e sirva de exemplo, defendendo que o consumo de carnes nunca esteve associado à morte prematura e recorre mesmo a um estudo australiano para lembrar que uma “dieta vegetariana está associada a mais problemas de saúde (maior incidência de cancro, alergias e transtornos mentais), maior necessidade de cuidados de saúde e pior qualidade de vida”.

“Ao contrário das crenças populares, a maioria dos vegetarianos geralmente tem proteína e cálcio suficientes nas suas dietas. Mas se não planearem a dieta adequadamente, poderão perder nutrientes essenciais”, alerta.

Aseem Malhotra diz ainda compreender a revolta que as suas declarações possam causas mas lembra: “A pessoa que eu mais amava no mundo era [vegetariana] e aquilo que eu mais queria era que ela ainda aqui estivesse. Mas devemos reconhecer que essa mania vegana é explorada pela indústria de alimentos ultraprocessados e está a beneficiar a indústria de suplementos“.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *