Current track

Title

Artist

Background

Santo Antão: Nova ambulância é um “salto qualitativo” no transporte de pacientes

Written by on 08/04/2019

O hospital regional Dr. João Morais celebra o Dia Mundial de Saúde 2019 com um “um salto qualitativo no transporte de pacientes” tanto dentro da ilha como na transferência para São Vicente, com a nova ambulância recentemente adquirida.

O hospital regional Dr. João Morais celebra o Dia Mundial de Saúde 2019 com um “um salto qualitativo no transporte de pacientes” tanto dentro da ilha como na transferência para São Vicente, com a nova ambulância recentemente adquirida.

O ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, fez a entrega da viatura à direcção do Hospital durante a visita que efectua, e que terminou ontem, à ilha de Santo Antão.

“Esta ambulância é (quase) única a nível nacional e para a sua utilização vamos dar uma formação de uma semana, em suporte avançado de vida, aos técnicos que a vão utilizar”, disse a médica Ana Andrade, explicando que o que diferencia esta ambulância das outras é que esta permite “monitorizar um paciente grave, dar-lhe suporte de ventilação no transporte até ao tratamento definitivo ou intermediário” no hospital.

A nova ambulância é considerada “muito especial” e dispõe de monitor, ventilador e desfibrilhador, além de equipamentos de treinamento para os técnicos que a vão operar, daí ser classificado como um “suporte avançado de vida”.

O ministro Arlindo do Rosário disse, na ocasião, que o seu gabinete e todos os técnicos e intervenientes do sector da Saúde em Santo Antão estão a “levar a saúde o mais próximo possível das populações” fazendo com que a ilha venha a melhorar, a cada dia, os seus indicadores de saúde.

Arlindo do Rosário destacou e agradeceu o papel desempenhado pela Cruz Vermelha e pela Câmara Municipal da Ribeira Grande no transporte de doentes, sector que atinge, com a nova ambulância, um “momento de excelência” já que permitirá que, em casos graves, o doente seja transferido na própria ambulância até ao hospital de referência.

Para o presidente da câmara, Orlando Delgado, este equipamento faz história na ilha de Santo Antão, tendo em conta que, ao longo dos anos, o transporte de doentes entre as ilhas de Santo Antão e de São Vicente foi feito “em condições precárias”, já que era necessário fazer a transferência do paciente da ambulância para o barco e deste outra vez para outra ambulância até chegar ao hospital.

“Com esta nova ambulância o doente pode ir directamente de hospital para hospital com todos os cuidados necessários”, disse Orlando Delgado prometendo “tudo fazer para que assim aconteça”, já que os navios que fazem a ligação têm condições para o efeito.



Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *