Current track

Title

Artist

Background

Primeiro-ministro garante que Santiago Norte vai beneficiar de investimentos em todas as áreas até 2021

Written by on 29/07/2019

O primeiro-ministro afirmou este sábado em Assomada, que Santiago Norte vai beneficiar de investimentos em todas áreas, no âmbito de um programa plurianual que está em curso desde 2017 e que prosseguirá até 2021.

Ulisses Correia e Silva fez essas considerações na abertura oficial da conferência sobre o Desenvolvimento Local e Regional realizada em Santa Catarina, interior de Santiago, com o propósito de partilhar e informar sobre os objectivos, as metas, as reformas, as medidas de políticas e investimentos já realizados, os que estão em curso e os previstos no horizonte 2017/2021.

Conforme realçou, o Governo está a investir para melhorar a qualidade de vida das pessoas e melhorar as condições de operação do sector privado, lembrando que são ‟os investimentos públicos que facilitam os investimentos privados”.

‟São 2,5 Milhões de contos em requalificação urbana, ambiental, restauro de património e reabilitação de casas, 1,9 Milhões de contos na construção de estradas e desencravamentos”, disse, sublinhando que no domínio das pescas prevê-se o arrastadouro de Rincão no valor de 75 mil contos, reabilitação das escolas com montantes de 358 mil contos e construção do Centro de Saúde de Assomada e posto sanitário em São Lourenço dos Órgãos e Cancelo num valor estimado em 302 mil contos.

Na sua intervenção, Ulisses Correia e Silva referiu ainda à questão da “fiscalidade do ecossistema de financiamento, da formação profissional e estágios dirigido aos jovens”.

No programa Start Up Jovem, segundo disse, em Santiago Norte 25 projectos já foram desembolsados, 18 estão em aprovação e 86 em fase de instrução, tendo considerado ainda que esta região tem sido ‟uma grande fonte de procura desse tipo de investimento”.

Entretanto, lembrou que do mesmo modo vão investir no sector agrícola, na electrificação rural, cuja próxima intervenção vai ser na Ribeira dos Engenhos.

Entrando para a área dos negócios, o primeiro-ministro sublinhou que no quadro da melhoria do ambiente geral dos negócios se destaca a reabertura dos serviços das alfândegas em Santa Catarina, com a aprovação de medida de simplificação de embaraços aduaneiros, beneficiando particularmente os emigrantes.

‟É uma necessidade que dá apoios aos comerciantes e aos emigrantes, tornando os embaraços aduaneiros com maior proximidade relativamente a um centro importante da economia de cabo verde como é Santa Catarina” frisou.

Ulisses Correia e Silva anunciou também a possibilidade de se transformar o município do Tarrafal “numa grande centralidade de turismo balnear” da ilha de Santiago, bem como o projecto da criação de uma central de compras no município de Santa Cruz, para apoio logístico da agricultura, pesca e de artesanato.

Por sua vez, o autarca de Santa Catarina, José Alves Fernandes afirmou que o papel das autarquias é ‟crucial” para o desenvolvimento local e regional, apostando-se sobretudo na infraestruturação e requalificação, visando a criação de um ambiente ‟facilitador de negócios do emprego e do aumento do rendimento das famílias estimulando a competitividade do tecido económico”.

Segundo o edil, as bases para o futuro já estão lançadas, tendo por meta a ‟geração de emprego, progresso social e o desenvolvimento socioeconómico”.

‟Por isso, acreditamos que finalmente estamos no caminho certo para construir o Cabo Verde de esperança do que nos falava o nosso querido e saudoso Norberto Tavares”, enfatizou.

fonte: Sapo.cv


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *