Current track

Title

Artist

Background

10 Erros que podem arruinar suas viagens de férias

Written by on 02/10/2019

O Embarque na Crioula reuniu para você conselhos que irão ajudar a evitar problemas em suas viagens e torná-las, verdadeiramente, experiências inesquecíveis.

Photo Taken In Thailand, Bangkok

Todo mundo tem sua viagem ideal: uns querem conquistar o Everest, outros sonham com as paradisíacas praias do Caribe e, para alguns, basta percorrer as acolhedoras ruas europeias para descansar e recarregar as baterias. No entanto, além de depender do local de destino e das experiências da viagem, todos podemos cometer erros infelizes que podem até arruinar as férias dos nossos sonhos.

Erro 1. Economizar nas passagens

As rotas de baixo custo de alguns tipos de transporte são uma excelente oportunidade para economizar nas passagens; no entanto, essas economias devem ser justificáveis. Antes de comprar os bilhetes, é melhor, com antecedência, esclarecer todas os gastos extras que podem ser gerados. A passagem de ônibus para o aeroporto de onde sai o avião de baixo custo pode ser mais cara do que a própria viagem. Em um voo antecipado, você terá que pegar um táxi e, no caso de fazer longas conexões, passar a noite no aeroporto ou pagar por um hotel. E o preço final não será mais tão atraente.

Sempre compare variantes diferentes para ir do ponto A ao ponto B. Se um voo direto custa 200 dólares, e uma rota complicada com algumas escalas sai por 150 dólares, então faz sentido pagar um pouco mais e não gastar muito tempo e energia na rota.

Erro 2. Não respeitar os costumes do país que se está visitando

O gesto aparentemente inofensivo de dois dedos fazendo “ok” é considerado muito vulgar e insultante na Turquia. Em Singapura, por um simples chiclete ou jogar lixo nas ruas, você pode ser multado e, nos países árabes, se sentirá desconfortável vestindo short e camiseta. É possível facilmente evitar essas situações desagradáveis lendo com antecedência páginas da web, fóruns e se familiarizando com todas as peculiaridades e nuances do país para o qual você está indo. Não se esqueça que, em um país estrangeiro, em primeiro lugar você é um convidado e, justamente por isso, como demonstração de boa educação, é imprescindível tratar as tradições locais com respeito.

Erro 3. Deixar as compras de lembranças para o final

A compra de presentes para familiares e amigos é parte integrante de qualquer viagem, que muitos, por algum motivo, adiam para o último dia. No final, em vez de aproveitar o restinho das férias, terá que gastar seu tempo correndo pelas lojas mais próximas de souvenirs. Se você gostou de um item, compre-o imediatamente e não espere voltar mais tarde. Para isso, pode ser que não haja tempo suficiente.

Erro 4. Tirar fotos demais

Por si só, o desejo de tirar boas fotos da viagem é justificado; no entanto, às vezes se transforma em algo obsessivo demais. Como resultado, gastamos muito tempo e energia para conseguir o clique perfeito e deixamos de olhar em volta e sentir a atmosfera de um novo lugar. Portanto, na viagem, de vez em quando, mantenha sua câmera longe e simplesmente observe o que acontece ao seu redor.

Erro 5. Ir a restaurantes próximos dos lugares turísticos.

Os restaurantes e cafés da moda, localizados perto dos principais locais turísticos, destinam-se principalmente aos turistas, pois os preços lá, via de regra, são mais altos que a média, e a qualidade da comida muitas vezes deixa a desejar. Para encontrar um lugar que valha a pena, use o conselho do renomado chef e apresentador de televisão americano, Anthony Bourdain. Registre-se em sites “gourmet”, e, na seção de comentários, escreva uma mensagem como: “a melhor pizza de Roma está no restaurante ’X’”e espere o fluxo de respostas furiosas. Nelas, os conhecedores sem dúvida nomearão alguns lugares onde realmente se serve uma pizza espetacular. E pronto!

Erro 6. Escolher companheiros de viagens incorretos

É divertido e excitante viajar com companhia. Mas com a condição de que vocês esperam o mesmo da viagem. Se uma pessoa sonha com a praia, outra quer visitar todos os museus vizinhos e a terceira não pretende deixar os bares, as férias podem se tornar uma situação desagradável. Nas viagens comuns, é melhor deixar claro com antecedência sobre como você planeja gastar tempo para que depois não haja ressentimentos e incompreensões. Muitas vezes, vale a pena sair de férias sozinho.

Erro 7. Viajar sem seguro

Este ponto de preparação é subestimado por muitos turistas. E não deveria ser assim! É muito desagradável ficar doente durante as férias. E duplamente desagradável ficar doente e pagar uma quantia enorme pela injeção de um antibiótico. Não tenha preguiça para adquirir um seguro. Além disso, é muito fácil de fazer: só é necessário dedicar um minuto do seu tempo e um par de cliques com o mouse.

Erro 8. Trocar todo o dinheiro no aeroporto

Em geral, as taxas de câmbio no aeroporto são mais altas do que na cidade. Portanto, quando você chega a um novo país, é mais fácil obter moeda nacional pelo cartão ou simplesmente trocar uma pequena quantia que seja suficiente para levá-lo ao seu hotel.

Erro 9. Despachar todos seus pertences na bagagem

A probabilidade de sua bagagem ser perdida é pequena, mas ainda existe. Você tem que tentar colocar em sua bagagem de mão coisas essenciais e uma muda de roupa para o primeiro dia de férias. Graças a isso, você não terá que andar por um lugar tropical em uma jaqueta e jeans, gastar seu tempo e dinheiro para comprar roupas íntimas ou o carregador para o seu telefone.

Erro 10. Não sair da sua zona de conforto

Mesmo em viagens, muitas vezes consideramos fronteiras e limites desnecessários: ano após ano, vamos para o mesmo país que tanto amamos, temos viagens por conta própria sem agências de viagens e, em uma nova cidade, não ultrapassamos os limites do centro. Não há nada de estranho nisso. No entanto, essa nova experiência pela qual estamos passando na verdade não será tão rica quanto poderia.

Durante as viagens, você pode e deve sair da zona de conforto, mesmo em pequenas coisas. Em vez de outro hotel comum, alugue a acomodação de pessoas locais ou fique em um albergue. Em vez de ir a um restaurante popular para turistas, experimente pratos locais exóticos ou comida de rua. Pratique yoga ou esnórquel e não passe 24 horas deitado na praia. Não tenha medo de fazer novos amigos e ir a novos lugares, e cada nova viagem será ainda melhor do que a anterior.


Caro leitor, você é interessante para nós! Fale de si! Você pode ter sido voluntário em uma clínica de repouso, ter morado em Bangladesh, trabalhado em um restaurante Michelin em Paris ou apenas quer dizer ao mundo por que é tão importante encontrar sua família no aeroporto. Escreva sobre isso nos comentários!


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *