Current track

Title

Artist

Background

Falta de verbas na ONU “é uma angústia”

Written by on 24/10/2019

O diretor da Cooperação Sul-Sul da Organização das Nações Unidas admite que a ONU vive uma situação de angústia devido às falhas de tesouraria que condicionam os projetos e defende uma mudança do modelo de financiamento da organização.

“Éuma angústia” o bloqueio financeiro, disse, em entrevista à agência Lusa, Jorge Chediek, considerando que os atrasos no pagamento das verbas por parte dos estados-membros colocam em causa o funcionamento de uma organização que tem de responder a tudo e a todos.

Segundo o diretor do gabinete de Cooperação Sul-Sul das Nações Unidas, “quase todos os problemas do mundo têm um mandato da ONU para tentar fazer alguma coisa”.

“Se não temos recursos é muito mais difícil implementar a agenda dos países”, afirmou.

Por isso, acrescentou, os “mais prejudicados” são os “próprios estados-membros”.

Os cortes impostos pelo secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, obrigaram a mudanças no Centro de Cooperação Sul-Sul: “Tivemos de restringir alguns gastos”, admitiu o diplomata argentino.

“A médio e longo prazo deveria rever-se o tipo de financiamento” da organização, porque uma “missão não pode ser atrasada por uma questão de dinheiro em caixa dos países” na tesouraria da ONU, salientou Jorge Chediek.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *