Jornalista de viagens fingiu gravidez para evitar taxas de bagagem

Written by on 07/11/2019

Rebecca Andrews queria evitar pagar uma taxa de excesso de bagagem de 37 euros.

Quando o assunto é evitar pagar mais, não é preciso procurar muito para encontrar criatividade. No caso da bagagem em viagens de avião, as notícias têm proliferado, dando conta de pessoas a entrar no avião com 15 camadas de roupa. Porém, uma jornalista australiana decidiu elevar a fasquia.

Rebecca Andrews, uma jornalista de viagens, criou uma barriga de grávida falsa para esconder roupa e um computador portátil, por forma a evitar pagar uma taxa de 60 dólares australianos (37 euros) por excesso de bagagem.

A mulher escondeu o computador nas costas e colocou as roupas e o carregador na barriga falsa, tudo acondicionado dentro de um macacão elástico, que depois era coberto com outra camada de roupa.

“Tenho uma estatura pequena e achei que fingir que estava grávida era a melhor opção para me safar”, indicou Rebecca à CNN.

A jornalista conseguiu passar pela segurança mas foi apanhada por uma hospedeira, que reparou no computador nas suas costas, mesmo com o casaco por cima. Pode ver o vídeo aqui, que foi publicado pela própria no Instagram. 

No final, acabou por ter que pagar a taxa de excesso de bagagem.

“Se fiquei envergonhada? Nem pensar”, disse. “Mas tenho que admitir que foi a ideia mais preguiçosa que tive – o corpo de uma mulher tem a capacidade de criar vida humana, portanto explorar essa habilidade única para poupar 60 dólares foi demasiado óbvio”, afirmou.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *



Current track

Title

Artist

Background

LEITE CREMOSO BROLI

Pa um Dia cheio di  ENERGIA 
100% Leti puro di vaca di Holanda 
UM PRODUTO IMPORTEX