Current track

Title

Artist

Background

Turistas portuguesas em Cabo Verde não estão infetadas

Written by on 12/03/2020

As análises às duas turistas portuguesas em isolamento na cidade da Praia deram negativo para o novo coronavírus, disse à Lusa o Diretor Nacional de Saúde de Cabo Verde.

“Foram negativos. Aguardamos agora os resultados para o caso de São Vicente”, apontou Artur Correia, depois de receber, ao final da tarde, os primeiros dois resultados das amostras enviadas para o Instituto Nacional de Saúde Pública Doutor Ricardo Jorge, em Lisboa.

As duas turistas portuguesas, de 32 e 26 anos, chegaram à Praia, provenientes do Porto, no domingo, e estavam desde quarta-feira em isolamento no Hospital Agostinho Neto.

As autoridades cabo-verdianas aguardam agora o resultado, a partir de Lisboa, das análises ao terceiro caso suspeito anunciado no balanço de hoje.

Trata-se de um cidadão cabo-verdiano de 49 anos, que chegou à ilha de São Vicente proveniente de Roma, Itália, e que está em isolamento no Hospital Batista de Sousa, no Mindelo, desde quarta-feira.

Questionado pela Lusa, o Diretor Nacional de Saúde Pública não esclareceu se, além deste caso, há registo de novos, depois dos dados apresentados hoje de manhã.

Artur Correia disse que a partir de sexta-feira serão feitos balanços regulares sobre casos suspeitos de Covid-19 no território.

Até ao momento, Cabo Verde não registou qualquer caso confirmado da epidemia de Covid-19, provocada por um novo coronavírus e que foi elevada à classificação de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O primeiro-ministro cabo-verdiano anunciou, na terça-feira, o alargamento da interdição dos voos de Itália para Cabo Verde até 30 de abril e “vigilância apertada” nas viagens provenientes de França, Portugal e Espanha, devido ao Covid-19.

“A interdição de voos para Itália, tendo em conta a prevalência de casos. Tomámos a decisão em tempo útil e oportuno e vai ser prorrogada até 30 de abril, porque tínhamos definido um período de três semanas e continuaremos a fazer avaliação da situação da epidemia em Itália”, disse Ulisses Correia e Silva.

Relativamente a outros países com casos da doença e onde há também um fluxo grande e permanente de transporte e diretos para Cabo Verde, nomeadamente Espanha, França e Portugal, Ulisses Correia e Silva afirmou que será mantida a “triagem e vigilância apertadas” nos aeroportos.

O governante também anunciou que serão cancelados até 30 de junho todos os eventos internacionais no país, que reúnam números elevados de participantes oriundos de países assinalados com a epidemia.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *