Current track

Title

Artist

Background

Covid-19: Governo está a trabalhar medidas com o FMI

Written by on 19/03/2020

O vice-primeiro-ministro anunciou hoje que o Governo está a trabalhar com o Fundo Monetário Internacional (FMI) nas medidas necessárias “para a salvaguarda das pessoas” e dos postos de trabalho, devido à pandemia da Covid-19.

Numa nota divulgada por Olavo Correia, que é também ministro das Finanças, o governante afirma que o país está perante “uma crise ainda imprevisível” e que “não há ainda noção do tempo que vai levar e dos valores que vão ser necessários mobilizar” para a ultrapassar.

Cabo Verde não registou até ao momento qualquer caso de Covid-19, provocada por um novo coronavírus, mas depende economicamente dos mais de 750 mil turistas que recebe anualmente.

“O Governo de Cabo Verde está já a trabalhar com o Banco Mundial, com o FMI e com os demais parceiros internacionais, igualmente com os parceiros internos, e teremos que brevemente, sob indicação do senhor primeiro-ministro, reunir o Conselho de Concertação Social, com o objetivo de discutir as medidas que o país vai tomar para a salvaguarda das pessoas e dos seus postos de trabalho”, lê-se na mensagem de Olavo Correia.

Admite que a confiança económica “está hoje completamente debilitada” e recorda que “sem mobilidade o país estará muito atingido em termos económicos”.

“O país vai enfrentar sérias consequências económicas, entre outras, do ponto de vista da redução do turismo (com as suas várias ramificações), da redução das receitas da FIR Oceânica, de redução de receitas de todo o tráfego aeroportuário, e, lato senso, de tudo o que tem a ver com a própria economia”, apontou, na sua mensagem.

“A situação atual vai requerer de todos nós, um forte sentido de responsabilidade”, admitiu.

Face ao risco de pandemia no arquipélago, o Governo avançou com um plano de contingência com fortes medidas de proteção e restrições, como o enceramento dos bares e restaurantes às 21:00, proibição de visitas a lares e aos centros onde estejam pessoas de terceira idade e aos estabelecimentos prisionais e às visitas aos hospitais e outros estabelecimentos de saúde.

Além disso, Cabo Verde proíbe a partir de hoje, e pelo menos até 09 de abril, as ligações aéreas oriundas de 26 países, incluindo Portugal e Brasil, devido à pandemia do novo coronavírus, segundo resolução do Conselho de Ministros publicada na terça-feira em Boletim Oficial.

Com esta decisão, que envolve ainda a proibição de atracagem em território nacional de navios de cruzeiro ou veleiros, na prática, o país fecha-se ao exterior.

Estas medidas, que incluem ainda a antecipação para 23 de março do início das férias escolares da Páscoa, vão estar em vigor por um período de pelo menos 30 dias.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *