Current track

Title

Artist

Background

Covid 19: Foco do combate não está no tratamento, mas sim na prevenção, disse ministro da Saúde

Written by on 24/03/2020

O ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, disse hoje que o foco do combate à Covid-19 não está no tratamento, mas sim na prevenção que está a ser feita e que a população deve cumprir.

Arlindo do Rosário fez esta afirmação em conferência de imprensa para fazer o ponto de situação do novo coronavírus no país, que já fez a sua primeira vítima, tratando-se do turista inglês de 62 anos, o primeiro dos três casos positivo confirmados na ilha da Boa Vista.

“Vamos continuar a fazer tudo o que está sendo feito em relação à abordagem terapêutica, pois, não existe um tratamento específico, mas existe um plano de contingência que deve ser respeitado”, alertou.

Quanto ao número de ventiladores existentes no país, o governante explicou que esses equipamentos não são um problema a nível nacional, pois, o que existe tem dado resposta”, realçando que o sistema de saúde vai reforçar os cuidados com a chegada de mais ventiladores.

Ainda de acordo com o ministro da Saúde, se os cabo-verdianos tiverem de fazer alguma coisa, no caso do novo coronavírus (Covid-19), deve fazê-lo prevenindo-se e engajando nas recomendações do sector da saúde.

Segundo Arlindo do Rosário, existe um plano que foi implementado a nível da comissão de concertação civil que articula com os enviados das subcomissões para que cada um faça o seu trabalho.

“Não vale a pena apontar dedos onde está havendo falhas, pelo que onde houver necessidade de ser melhorado, iremos melhorar as respostas”, salientou, sublinhando, por outro lado, que as pessoas não devem ficar à espera que o serviço de protecção civil faça tudo, mas sim que ajam.

O director nacional de Saúde, Artur Correia, esclareceu que na Boa Vista o plano de contingência está sendo bem motorizado e que as forças policiais, as Forças Armadas e a Protecção Civil estão a fazer um “bom trabalho” na consciencialização das pessoas quanto à Covid-19.

“Por enquanto os casos positivos estão reduzidos aos dois hotéis da Boa Vista, através de turistas, os espaços já estão sobre quarentena e hoje ficou de entrar nos hotéis para quarentena os restantes funcionários que estavam em casa para que possamos fazer melhor a monitorização”, informou.

Informou ainda que as pessoas repatriadas que estão a chegar ao país vão ter de ficar em quarentena durante 15 dias e fazer exames para diagnóstico.

Na ilha da Boa Vista, nos dois hotéis estão em quarentena um total de 400 funcionários.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *