Current track

Title

Artist

Background

Cabo Verde tem todas as “chances” de sair da “ melhor forma possivel” no combate contra a covid-19, diz Artur Correia

Written by on 01/04/2020

Cabo Verde tem todas as “chances” de sair da “ melhor forma possível” no combate contra a covid-19, disse ontem, dia 31, na Cidade da Praia, director Nacional da Saúde.

O país está cercado, há quarentena nas ilhas e com as medidas “drásticas” atempadamente tomadas, Cabo Verde tem todas as chances de sair da melhor forma possível”, indicou Artur Correia, durante a conferência de imprensa diária para fazer o ponto situação do novo coronavírus (Covid-19), em Cabo Verde.

Advertiu, no entanto, que ainda é muito cedo para “cantarmos vitória” pelo que, conforme defendeu, tudo vai depender da forma como for cumprida o estado de emergência e os comportamentos em termos de higiene pessoal e colectiva.

“ Se continuarmos assim, teremos bons resultados e estou confiante disso, mas terá que ser uma assunção colectiva”, notou o director Nacional da Saúde.

Relativamente aos casos importados que viajaram para Portugal disse que foi informado pelas autoridades sanitárias portuguesa que trata-se de pessoas que vieram passar férias no país em período de incubação

“Estamos em cima dos acontecimentos, não só a fazer a vigilância a nível das pessoas que estão em quarentena, quer domiciliar quer a nível dos hotéis, mas também a nível dos contactos e da comunidade para detectar os casos suspeitos e submeter aos testes”, explicou.

Questionado se as pessoas que estão em quarentena vão ser submetidas a algum tipo de teste, Artur Correia indicou que são um “alvo prioritário”, uma vez que serão seguidas de perto no período  “Pós-querentena” para que as autoridades possam actuar na primeira oportunidade.

“A partir de agora, o reforço é na vigilância, nos hotéis e nas pessoas que estão em quarentena. Este é o nosso principal foco”, sublinhou, informado que o risco de contágio dos funcionários é “mínimo”, dado que estão a seguir um regime muito “rígido”.

Cabo Verde registou até o momento seis casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista e dois na cidade da Praia.

Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

Os quatro casos suspeitos de covid-19, anunciados segunda-feira, 30, pelas autoridades cabo-verdianas,  deram resultados negativos, anunciou hoje o director Nacional da Saúde, Artur Correia.

Pelo terceiro dia consecutivo Cabo Verde não regista nenhum caso do novo coronavírus.

A nível mundial, dados divulgados segunda-feira, 30, dão conta que a pandemia do novo coronavírus matou pelo menos 35.000 pessoas em todo o mundo, incluindo quase três quartos na Europa, desde que em Dezembro apareceu na China.

Com 11.591 mortes, a Itália é o país com mais mortes no mundo, seguida pela Espanha (7.340) e China (3.304), o foco inicial do contágio.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *