Current track

Title

Artist

Background

Covid-19: Cabo Verde tem que acautelar o pós-pandemia e desenvolvimento local vai ser prioridade, adverte PM

Written by on 09/04/2020

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, advertiu hoje que o país tem que acautelar o pós-pandemia, garantindo que o desenvolvimento local vai ser a prioridade da governação para a criação de emprego e dinamização da economia.

A afirmação foi feita na abertura de uma reunião do chefe do Governo, via videoconferência, com todos os presidentes das câmaras municipais do país para o balanço do estado de emergência e medidas relativas à covid-19.

De acordo com o chefe do Executivo, essa dinamização da economia tem que ser através do investimento público e privado, sendo que, conforme avançou, o Orçamento Rectificativo irá definir as prioridades.

“Vamos ter que preparar o pós-crise de uma forma estruturante e com muita ponderação, sabendo que a economia do país está fortemente abalado”, indicou o ministro, avisando que primeiro é preciso “sobreviver”, depois “recuperar” e por fim “relançar”.

Na ocasião, Ulisses Correia e Silva ressaltou a “boa” parceria entre o Governo e as câmaras municipais, cujas acções pretendem o objectivo comum de dar um bom combate à pandemia do novo coronavírus.

“Essa boa parceria é nas acções da protecção civil, sanitária e aplicações de medidas de protecção social ao sector informal”, indicou o primeiro-ministro, ressaltando igualmente os serviços dos bombeiros, da acção social, de fiscalização e dos voluntários que têm associado a este combate.

Quanto às medidas implementadas nessa “luta” contra a covid-19, apontou que o primeiro objectivo é proteger a saúde das pessoas, apelando por isso o reforço na prevenção e na protecção individual.

“Foram adoptadas atempadamente medidas excepcionais e com foco e critérios transparentes. Não foram e não são meros enunciados de medidas, foram preparadas e estruturadas, com financiamento garantido e condições de execução”, garantiu

Por sua vez, o presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Manuel de Pina reconheceu o “mérito das corajosas e amplas medidas tomadas pelo Governo, cuja amplitude social, económica e financeira é notada nos cidadãos mais carenciados”.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou o estado de emergência no País, devido à pandemia de covid-19, com duração de 20 dias, das 00:00 do dia 29 de Março, até 24:00 do dia 17 de Abril.

Cabo Verde registou até o momento sete casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista, dois na cidade da Praia e um em São Vicente. Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou cerca de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

Fonte: Sapo.cv


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *