Current track

Title

Artist

Background

Tentativas de entrada na Europa caem para metade entre fevereiro e março

Written by on 16/04/2020

O número de deteções de entradas ilegais na Europa baixou para metade em março, face a fevereiro, para cerca de 4.650, segundo dados hoje publicados pela agência europeia Frontex.

No entanto, de acordo com um comunicado de imprensa da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), entre o primeiro trimestre de 2019 e o de 2020 o número de tentativas de entrada ilegal no espaço europeu aumentou 26%, para cerca de 24.500.

Na rota do Mar Mediterrâneo Ocidental, o número de migrantes detetados na fronteira recuou quase dois terços, para 450, entre fevereiro e março, e metade entre o primeiro trimestre do ano e o homólogo de 2019, para os 2.821

Argélia e Marrocos foram os principais países de origem dos migrantes nesta rota.

Na rota do Mediterrâneo Central, o número de deteções de migrantes ilegais recuou em março 88%, para cerca de 200, mas aumentou mais de 400% na comparação trimestral para 3.621.

Nesta rota, Bangladesh, Sudão e Somália foram os três principais países de origem identificados.

Nos Balcãs Ocidentais, foram identificadas 1.100 pessoas a tentar passar as fronteiras ilegalmente, um recuo de 45% entre fevereiro e março, mas os dados do trimestre apontam para uma duplicação dos números, para um total de 5.721, maioritariamente oriundos da Síria e Afeganistão.

Na fronteira do Mediterrâneo Oriental, para onde a Frontex deslocou 620 operacionais que patrulham as fronteiras terrestre e marítima da Grécia, o número mensal de deteções recuou 38% para cerca de 2.300 e o trimestral subiu, por seu lado, 5%, para 10.327 pessoas, na sua maioria oriundas do Afeganistão, Síria e Turquia.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *