Current track

Title

Artist

Background

Fogo: Pandemia de covid-19 atrasou implementação da iluminação do aeródromo de São Filipe, diz Jorge Nogueira

Written by on 27/05/2020

A pandemia de novo coronavírus (covid-19) afectou o processo da iluminação da pista do aeródromo de São Filipe, um dos projectos tido como prioridades das prioridades para a ilha do Fogo.

O presidente da câmara de São Filipe, Jorge Nogueira, admitiu que a situação que se vive devido a problemática da pandemia do novo coronavírus está na base do adiamento deste projecto.

Questionado pela Inforpress sobre a execução dos projectos governamentais previstos para este ano, Jorge Nogueira assinalou que ainda não tem aval do Governo sobre a iluminação da pista do aeródromo de São Filipe “por razões óbvias”, apesar de continuar a entender que este projecto é prioritário para São Filipe e para a ilha do Fogo, esperando que com a retoma das actividades turísticas, o mesmo possa ser implementado.

Jorge Nogueira destacou que há uma negociação em curso com o Governo porque está em preparação do orçamento rectificativo, sublinhando que a iluminação da pista dependerá da engenharia financeira a ser feita, porque, explicou, existem outros projectos que neste momento são prioritários.

“Sempre defendemos que iluminação da pista é prioridade das prioridades, mas neste momento certamente que não é porque o desenvolvimento turístico, nos próximos meses, não é o que era esperado”, referiu o presidente da câmara de São Filipe, para quem, devido a pandemia de covid-19, existem outras prioridades para o desenvolvimento económico, criação de emprego através de construção de acessibilidades, estradas de penetração e reabilitação habitacional, entre outros,

A mesma fonte sublinhou que tem recebido a confirmação da parte do Governo de que os projectos com concurso público lançado e selecção de empresas para sua execução vão ter continuidade, como requalificação urbana do centro histórico da cidade de São Filipe, a reabilitação habitacional, a construção de acessibilidades, observando que neste particular a autarquia tem um pacote pronto para o concurso público.

Além disso, apontou, os projectos municipais que estavam parados já foram retomadas como é o caso de abastecimento de água em várias zonas de expansão da cidade, construção de estradas de penetração e outras obras que têm continuidade.

Jorge Nogueira reconheceu que a pandemia de novo coronavírus “afectou grandemente” o município e a ilha, como aliás aconteceu com o País e o mundo, porque “paralisou tudo”, desde o emprego passando pela produção local, já que o mercado de recepção estava praticamente fechado e continua ainda, de forma directa ou indirecta.

Do ponto de vista sanitário, este referiu que não afectou tanto porque, “felizmente”, a ilha não tem casos positivos e espera que assim continue, mas “causou prejuízos” porque a câmara teve que desinfectar as cargas que chegavam de outras ilhas, no porto de Vale dos Cavaleiros.

Com relação à iluminação da pista do aeródromo de São Filipe, há um ano a Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) lançou o concurso limitado por prévia qualificação para selecção de empresas para realização de estudos de viabilidade técnica para a sua iluminação.

A iluminação do aeródromo de São Filipe, uma das maiores reivindicações dos autarcas da ilha, é tida como um “investimento fundamental” para resolver a questão do transporte e “aumentar de forma considerável” o número de visitantes, nacionais e estrangeiros, que pretendem visitar a ilha do Fogo, com “grande potencial” no sector do turismo.

Fonte: Sapo.cv


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *