Current track

Title

Artist

Background

Covid-19: Cabo Verde entra hoje na II fase do desconfinamento com levantamento de novas restrições

Written by on 15/06/2020

Cabo Verde deve entrar esta segunda-feira, 15, na II fase do desconfinamento, com levantamento de algumas restrições impostas pelo estado de calamidade para evitar a propagação do novo coronavírus, que já provocou 750 casos de covid-19.

De acordo com o calendário publicado no Boletim Oficial, no dia 29 de Maio, a partir de hoje, com excepção da ilha de Santiago, que na altura da publicação do plano, era a única ilha com casos activos, já podem ser realizadas visitas a lares e centros onde estejam pessoas de terceira idade, crianças e jovens em risco, hospitais e outros estabelecimentos de saúde.

Igualmente já podem ser realizadas visitas a estabelecimento prisionais e tutelares, sendo que a entrada e permanência de visitas deve obedecer à norma e orientações da Direcção dos Serviços Penitenciários e Reinserção Social.

Assim o número total de visitas é fixado em 1/3 da capacidade do estabelecimento e fica proibida a entrada de crianças, sendo que cada recluso terá direito a uma visita duas vezes por semana. Fica igualmente proibida a entrada de encomendas.

Ainda em outras ilhas, com excepção de Santiago, já vai ser permitida a abertura de ginásios, academias e similares, cujo funcionamento deve também observar normas e orientações constantes do plano de contingência dos estabelecimentos e que obedece a medidas de segurança excepcionais de protecção das pessoas e de restrição de utilização assentes em três eixos nomeadamente gestão dos espaços, distanciamento físico, medidas de higiene.

Os estabelecimentos devem assegurar o distanciamento físico entre os utentes, reduzindo para tal a lotação dos espaços em 50%, nas aulas colectivas devem garantir uma área de 2 metros quadrados por pessoa, com posições marcadas no chão e evitar dentro do possível a realização de exercícios de contacto.

Antes de reabrirem, os ginásios devem realizar adaptações temporárias para respeitar o distanciamento de segurança e medidas de prevenção do contágio da covid-19.

Ao nível da ilha de Santiago está previsto o levantamento da restrição quanto ao funcionamento dos bares, que já podem estar abertos para além das 24 horas. De acordo com o plano, deve-se garantir uma lotação máxima nos estabelecimentos para garantir o distanciamento físico mínimo entre as pessoas de 1,5 metros em espaços fechados.

Quanto às visitas aos lares, hospitais, estabelecimentos prisionais, bem como abertura dos ginásios ao nível da ilha de Santiago só a partir de 15 de Julho.

A anúncio, bem como a publicação do plano de desconfinamento, foi feito na altura em que Cabo Verde contabilizava 390 casos acumulados e com casos activos apenas na ilha de Santiago.

No momento em que o número de casos quase que duplicou (750 dos quais 441 activos) e a doença espalhou por mais cinco ilhas, estando isentas apenas Fogo, Brava e Maio, a Inforpress tentou ouvir o Governo para saber se haverá alguma alteração na implementação do plano, mas tal não foi possível.

Dos 750 casos 613 foram registados na ilha de Santiago, Sal tem 64 casos, Santo Antão quatro, São Nicolau dois, São Vicente 10 e Boa Vista 57. O país registou seis óbitos e de acordo com Ministério de Saúde tem 301 doentes recuperados.

Fonte: Sapo.cv


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *