Current track

Title

Artist

Background

Comer chocolate estas vezes por semana diminui risco de ataque cardiaco

Written by on 23/07/2020

Especialistas afirmam que comer a guloseima pelo menos uma vez por semana contribui para manter os vasos sanguíneos saudáveis.

Cientistas norte-americanos apuraram que os amantes de chocolate apresentam uma probabilidade 8% menor de sofrer de doenças cardíacas, comparativamente a quem raramente come o alimento. 

Os investigadores afirmam que os compostos naturais presentes no cacau, denominados flavonoides, fortalecem a saúde dos vasos sanguíneos e ajudam a reduzir os níveis de inflamação no organismo.  

Entretanto, o doce pode ainda ajudar a aumentar os índices de colesterol ‘bom’ (HDL) no corpo. 

Chayakrit Krittanawong, o líder do estudo, do Baylor College of Medicine no Texas, nos Estados Unidos, disse: “o nosso estudo sugere que o chocolate ajuda a manter os vasos sanguíneos saudáveis”. 

“No passado, estudos clínicos já haviam demonstrado que o consumo de chocolate é benéfico tanto para tensão arterial como para o revestimento das veias”. 

Moderação

Os investigadores passaram nove anos a seguir 336,289 adultos que reportaram periodicamente a sua ingestão de chocolate. 

Porém, e embora o estudo tenha revelado uma correlação entre comer a guloseima e um coração saudável, não identificou que tipo de chocolate ou porção é mais benéfica. 

Krittanawong advertiu que é improvável que consumir o doce em demasia seja vantajoso para o bem-estar a longo prazo. 

“Quantidades moderadas de chocolate parecem ter um efeito protetor nas artérias coronárias, mas é pouco provável que grandes quantidades tenham de todo esse efeito”. 

“O número de calorias, açúcar, leite e gordura presente na maioria dos produtos à venda tem de ser revista, sobretudo se tivermos em conta a população diabética e obesa”, disse o investigador. 

O estudo realizada pelo Baylor College of Medicine foi publicado no European Journal of Preventive Cardiology.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *