Current track

Title

Artist

Background

Cabo Verde terá um embaixador residente em Guiné-Bissau – PM

Written by on 20/11/2020

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, disse que Cabo Verde terá, “o mais tardar até Janeiro de 2021”, um embaixador residente na Guiné-Bissau, garantindo que já há indicações de quem poderá ser o representante diplomático.

O chefe do Governo fez esta revelação durante a cerimónia de apresentação pública da instalação da referida embaixada, realizada no Palácio do Governo.

Nas suas declarações proferidas durante o ato, Ulisses Correia e Silva frisou que o arquipélago cabo-verdiano está assim a retribuir aquilo que a Guiné-Bissau fez, por iniciativa pioneira, em 2018, quando instalou em Cabo Verde a sua embaixada, a funcionar com um embaixador residente.

Para o governante, a instalação da embaixada de Cabo Verde na Guiné-Bissau poder ser vista como uma ponte para se reforçar a ligação do arquipélago com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), organizações em que ambos os países estão inseridos.

Por seu turno, o embaixador da Guiné-Bissau em Cabo, M’Bala Alfredo Fernandes, referiu-se a concretização de um projecto que já vinha de há muito tempo, ressaltou que a história uniu os dois povos em séculos de “dor e de esperança, carregada de simbolismos e de espírito de unidade”.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *