Current track

Title

Artist

Background

Defesa de Alex Saab pede ‘habeas corpus’ após exceder período de prisão preventiva

Written by on 13/11/2020

A defesa de Alex Saab, alegado testa-de-ferro de Nicolás Maduro, anunciou que fez um pedido de ‘habeas corpus’ por considerar que foi excedido o periodo de prisão preventiva permitido do colombiano em Cabo Verde.

A defesa de Alex Saab, detido desde Junho em Cabo Verde no âmbito de um pedido de extradição dos Estados Unidos da América (EUA), anunciou em comunicado que a denúncia foi feita pelo antigo juiz espanhol Baltasar Garzón, coordenador internacional da equipa jurídica do empresário colombiano.

A defesa indicou que o pedido de ‘habeas corpus’ foi apresentado na quarta-feira à presidente do Supremo Tribunal de Justiça de Cabo Verde (STJ) por José Manuel Pinto Monteiro, advogado cabo-verdiano membro da equipa de defesa.

A defesa sublinhou ainda que este pedido é ainda mais importante, referindo que o Tribunal de Justiça da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) recentemente colocou em dúvida se estão a ser prestados os cuidados médicos adequados a Alex Saab.

A defesa explicou anteriormente que o empresário colombiano sofre de um problema oncológico e que por isso necessita de cuidados específicos.

O Governo da Venezuela afirma que Saab viajava com passaporte diplomático daquele país, enquanto “enviado especial”, pelo que não podia ter sido detido.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *