Current track

Title

Artist

Background

DNS admite “risco”, ao permiti entrada de pessoas no pais só com testes rápido

Written by on 17/12/2020

O diretor nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto, reconheceu hoje que a permissão de entrada no Pais de pessoas apenas com testes rápidos “é um risco”, assim como o é para os que apresentam o PCR.

Diretor nacional da Saúde avança que testes tem os seus riscos, mas conforme disse tem vantagens”, sendo que testes rápidos de antigénio são uma “forma mais fácil” de resolver as logísticas da realização de testes para as viagens.

Questionado sobre que riscos esta situação poderá representar para o arquipélago, sabendo a situação pandémica lá fora, Jorge Noel Barreto admitiu que “sempre haverá riscos, mesmo com teste PCR”.

Reconhece ainda que “As pessoas devem fazer o teste PCR, pelo menos 72 horas antes de viajar, e neste intervalo, podem ter o contacto com o virus”, explicou, acrescentando que estes indivíduos podem infetar-se e virem a manifestar vírus na pais.

Conforme justificou, o teste PCR é “muito mais caro na Europa do que em Cabo Verde” e isto poderia constituir um “impedimento para a vinda de turistas”, tendo em conta o preço que são obrigados a pagar.

De salientar que nesta terça-feira entrou em vigor uma medida do Governo permitindo que os viajantes possam entrar em Cabo Verde só com o teste rápido à covid-19.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *