Current track

Title

Artist

Background

RCA: Mais de 200 mil deslocados em dois meses devido à violência

Written by on 29/01/2021

A violência na República Centro-Africana (RCA) deslocou mais de 200.000 pessoas em menos de dois meses, das quais pouco mais de metade fugiram para os países vizinhos, anunciou hoje o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

De acordo com a mesma fonte, cerca de 92.000 refugiados chegaram à República Democrática do Congo (RDCongo) e cerca de 13.240 outros fugiram para os Camarões, Chade e República do Congo desde que uma ofensiva de grupos armados foi lançada em dezembro contra a capital Bangui.

De acordo com o ACNUR, “a instabilidade contínua está a dificultar os esforços de ajuda humanitária e a colocar dificuldades no acesso aos deslocados internos” e a estrada principal normalmente utilizada para abastecer Bangui foi fechada.

Acredita-se que grupos armados estão presentes em Batangafo e Bria, onde as comunidades deslocadas encontraram abrigo, segundo a agência da ONU, para quem “esta presença prejudica seriamente a proteção dos deslocados internos, que correm o risco de recrutamento forçado, restrição de movimentos, extorsão ou ameaças”.

A RCA caiu no caos e na violência em 2013, após o derrube do então chefe de Estado, François Bozizé, por grupos armados reunidos na Séléka, o que suscitou a reação de outras milícias, agrupadas numa coligação anti-Balaka.

Desde então, o território centro-africano tem sido palco de confrontos comunitários entre estes grupos, que obrigaram quase um quarto dos 4,7 milhões de habitantes da RCA a abandonarem as suas casas.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *