Current track

Title

Artist

Background

Preços de combustiveis mais caros a partir das 00:00 do dia 01 de Março

Written by on 01/03/2021

Os combustiveis ficam mais caros a partir da meia-noite de, que actualiza os preços máximos a vigorarem a partir das 00 horas de 01 de Março.

O comunicado da Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) anuncia um aumento generalizado nos preços dos combustíveis, com o gasóleo normal a ser vendido, doravante, a 90 escudos por litro [+5,14 por cento (%)], a gasolina a 112,80 escudos/litro (+2,45%), o petróleo a 74 escudos (+2,49%), o gasóleo electricidade a 74,70 escudos (+6,26%), o gasóleo marinha a 63 escudos (+6,42%), o fuel 380, a 68,80 escudos (+4,62%) e o fuel 180, a 71,70 escudos (+7,00%).

Ainda, de acordo com a nova tabela, o gás butano passa a ser vendido a granel por 134,90 escudos (+4,41%), sendo que as garrafas de 03 quilogramas (Kg) passam a ser vendidas a 385 escudos (+4,62%), as de 06 Kg passam para 810 escudos (+4,52%), as de 12,5Kg passam a ser vendidas a 1.687 escudos (+4,52%) e as de 55Kg a 7.421 escudos (+4,48%).

Segundo a ARME, que cita os dados publicados no ‘Platts European Marketscan e LPGasWire’, os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em USD/ton, mantiveram a tendência de aumento durante o mês de Fevereiro (11,30%) relativamente ao mês de Janeiro.

Ainda, sublinha o documento, a cotação do câmbio EUR/USD, do último dia (útil) do mês de Fevereiro, tendo como referência a Bloomberg (14 horas no horário de Frankfurt), evidenciou uma ligeira depreciação do euro face ao dólar dos Estados Unidos, em 0,19% (1,2116), comparado ao câmbio do último dia (útil) do mês de Janeiro.

Comparativamente ao período homólogo (Março de 2020), a variação média dos preços dos combustíveis corresponde a uma diminuição de 2,1% e, relativamente à variação média ao longo do ano em curso, ela corresponde a um acréscimo de 5,2%.

Os novos preços máximos de venda ao consumidor final dos combustiveis regulados vigoram de 01 a 31 de Março de 2021.


Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com asterisco *